Tomando posse da bênção

O Pastor Samuel Ferreira trouxe uma palavra de Deus no culto desta terça-feira, com templo lotado em todas as dependências, aqui na AD Brás.

Ele ministrou sobre o texto de Gênesis, 25:26: E depois saiu o seu irmão, agarrada sua mão ao calcanhar de Esaú; por isso se chamou o seu nome Jacó. E era Isaque da idade de sessenta anos quando os gerou”

“Os gêmeos Esaú e Jacó, filhos de Isaque e Rebeca, nasceram em Beer-Laai-Roi, no Neguebe, extremo sul de Canaã. Estavam ainda no ventre da mãe quando o Senhor disse a Rebeca: “…o mais velho servirá ao mais moço”. Esaú nasceu primeiro. Portanto, o direito de primogenitura e a bênção patriarcal seriam seus. Porém, Deus escolheu Jacó e o fez sucessor de Abraão e de Isaque na linhagem patriarcal e messiânica. Por isso, a história bíblica ocupa-se de Jacó muito mais que de Esaú.”

Imagine chegar pra uma criança e tentar explicar que é ela que tinha que mandar sobre o outro irmão? Quando Esaú nasceu, Jacó ainda no ventre se agarra ao pé dele. Como isso pode acontecer? E pra complicar, se Deus disse que o menor mandaria no maior, por que não fez Jacó nascer antes? Jacó nasceu, como dissemos em Beer-Laai-Roi, terra onde as coisas acontecem de um jeito diferente, desiguais.

Você nasceu num mundo desigual, e é assim que as coisas são, mas não perca seu tempo olhando pras coisas que não saíram do jeito que você queria, a promessa é pra você, olhe só pra Deus porque é ele quem dá a promessa pra você. Ele é quem prepara o caminho para que você chegue até o lugar que Ele mesmo já havia determinado, deixa quer quer chegar primeiro, você já está nascendo com a mão no calcanhar da tua vitória.

“Não é fácil ser crente, as coisas para nós são mais complicadas. Mas existem pessoas que rompem qualquer barreira porque acreditam fielmente naquele que fez a promessa.”

O Pastor fala de uma família com a qual conversou pelo rádio e os chama para contar a bênção, uma das muitas, que contaram no rádio: ‘Através do programa de TV nós viemos e tínhamos um Pálio ano 98, e esse carro foi roubado, então pensei com o meu marido, como vamos levar as crianças na escola? Tempos depois o policial mandou irmos buscar o carro que havia sido recuperado, mas estava sem nenhuma gasolina, fomos, e saímos de lá, mas não era mais a mesma coisa. Então o milagre: Fomos atrás de um novo carro, Deus nos deu esse novo carro, conquistamos um Logan 0km, a gente vem de mais de 100km de distância, uma hora e quarenta para vir e voltar, passamos por três pedágios pra vir e três pra voltar. Porque muitas dificuldades enfrentamos, mas maiores têm sido as vitórias, louvamos a Deus pela vida do senhor, Pastor Samuel Ferreira’.

“Qual é o seu problema? Qual a diferença sua para essa família? Tem gente que para e desanima no primeiro obstáculo. Se você sabe que nasceu pra vencer, creia, Deus vai te abençoar. Se você não quer ter inimigos, como Jacó em Berseba, é simples, abra mão do milagre, abra mão da vitória. Mas se você entende que atrás de cada vitória há inimigos e situações a serem vencidas e superadas, levanta a cabeça e deixa os inimigos para lá, olha pra Jesus que é mais fácil.”

“Jacó foi para Padã-Harã, viu Raquel e beijou-a, quando ela virou as costas ele chorou, choro de apaixonado. Sabe o que eu estou ministrando sobre você? Benção sentimental, casamento pra vida toda, companheirismo na caminhada. Hoje você sai daqui curado em nome de Jesus.”

“Em Belém-Efrata aconteceu uma tragédia. E deixa eu te dizer uma coisa difícil: Aprendamos a conviver com as tragédias. Eu achava que quanto mais Deus me usasse, mais longe de tragédias eu ficaria, descobri que é exatamente o contrário. Jacó está vivendo o melhor momento da vida dele e o filho caçula vem, quando mudam-se para Belém, ali então, Raquel morre no parto.”

“A questão não e a tragédia que você passa, a questão e como você vai se portar depois que a tragédia chegar. Eu sou seu Pastor também para te dizer coisas não tão boas, coisas ruins acontecem mas, eu quero falar com crentes maduros que graças a Deus temos aqui: você precisa ter autoridade para falar e isso só vem, muitas vezes quando você passa pela situação de adversidade.”

“Não dá pra dar comida de adulto pra criança. Você pra ter experiência tem que viver. Raquel queria que o filho chamasse Benoni, filho da dor e da tristeza, Jacó recebe a notícia do falecimento da esposa. Lembra-se do amor que Jacó tinha por sua esposa? Em vez de olhar para o filho como o motivo da morte de sua mulher, ele preferiu elevá-lo a uma condição de dignidade e honra, esta é a perspectiva correta, diante das tragédias.”

Autor: Comunicação AD Brás

Administração do Portal e das Mídias Sociais da Assembleia de Deus no Brás

Compartilhe Este Artigo

3 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Diante destas perspectivas de que inseridos num mundo injusto e de que seremos perseguidos por tragédias, só nos vale lembrar que aquele que fez a promessa é o único Deus conhecido que trabalha para o que nele espera!

    Graças ao Senhor!

Envie um Comentário