Qual o caminho mais curto para o sucesso?

Quem deseja ser “Mais que vencedor”, como a bíblia ensina, não pode deixar de levar em consideração, o preço que se paga por isso. Este foi o tema dentro da campanha de mesmo nome, que foi a base da mensagem ministrada pelo nosso presidente, Pastor Samuel Ferreira, em mais um culto de ensino lotado, aqui na AD Brás.

Uma noite cheia da graça de Deus em que fomos ensinados, que as agruras do mundo, tem seu propósito na formação de um homem e uma mulher de Deus de sucesso.

O texto base desta ministração, o Pastor Samuel leu em Gênesis 50:20, que diz o seguinte:

“Vós bem intentastes mal contra mim, porém Deus o tornou em bem”.

“O fato da vida de José ser uma aula para todos nós, sempre demanda que voltemos a ele para aprendermos mais algumas lições. O trajeto mais curto entre o nada e o sucesso é a perseguição, os problemas, as adversidades. Um dos maiores desafios da vida de um ser humano, não é viver o nada, mas sim, administrar o sucesso. Eu prego aqui dia e noite dizendo que Deus vai te abençoar, injeto na sua vida ânimo e entusiasmo através do que Deus tem me dado e creio nisso porque, a fé pode tudo.”

“A oração do justo pode muito em seus efeitos e preciso te ensinar a administrar o sucesso que Deus vai dar a cada um de vocês, dentro de uma determinada área de vida, que Deus sabe qual é. No anonimato você não gera expectativa, mas no sucesso, você quer manter e aumentar. E há um caminho entre o ser e o não ser, e é o caminho que Deus usa chamado ‘o caminho da adversidade’. A gente sempre quer sucesso, o que não queremos é pagar o preço desse sucesso. É a luta, a ingratidão, a tristeza que te faz se aproximar do sucesso.”

“Quando você não tem treinamento, você não tem estrutura para permanecer onde está, nem subir em novas frentes. E é no treinamento que vem a dor, a angústia. Nunca seremos bem sucedidos (e por bem sucedido entenda chegar e manter-se com sucesso), se não aprendermos a caminhar. Todo mundo quer a glória, ninguém quer o caminho pra chegar até ela, todo mundo quer ser, mas ninguém quer aprender a tornar-se. Que sucesso você quer ter na vida? De curto ou longo prazo?”

“Nós não podemos jamais tirar da equação de uma vida bem sucedida, o fator de uma vida bem guerreada. Toda pessoa bem sucedida se sujeita, inclusive, à solidão. Esta solidão, significa estar no meio de todo mundo, mas não ter ninguém do lado. Se você por acaso quiser cortar esse caminho, não haverá sucesso. De maneira que isso serve para sermos bem sucedidos e pacíficos, termos mansidão. Dê poder a alguém descontrolado e isso virará um mal na sociedade.”

“Se não vejamos, José é vendido, vira escravo e vai ser exposto no mercado. Quer ser alguém reconhecido? Aprenda a não ter mais privacidade. Quanto mais você alcançar um patamar de sucesso, mais exposição você terá na sua vida e por isso, quanto mais exposto, para muito mais pessoas você terá que dar satisfação. Depois José foi pra casa de Potifar, isso significa dizer que ele foi aprender a ser mandado, para depois mandar.”

“Para aprender a cuidar bem das suas coisas, você precisa aprender a cuidar bem das coisas dos outros. Isto chama-se responsabilidade. Não esqueça que, se você age com justiça e seriedade com os outros, Deus procederá da mesma forma com você. Lá da casa de Potifar ele vira prisioneiro. Nem sempre você é bem sucedido e já está alocado onde quer, muitas vezes você tem que aprender a viver com a concorrência. Tem outros nesse negócio. Ganhar, significa que alguém perdeu. José foi bem sucedido em todos os lugares onde passou, só então ele se torna governador.”

“Tenha visão. Tenha meta. Isto é uma bússola para você saber onde você está e onde você quer chegar. Seja alguém que tem uma visão, um vislumbre do que quer. Caráter: Quem não tem isso, não consegue suportar desafios. A pessoa não pode ser alguém variável todo dia e toda hora. Hoje tá de um jeito, amanhã já está de outro. Você não pode ser uma personalidade de acordo com a situação que vive, nem ter valores variáveis dependendo da situação. Você precisa ser o mesmo, sempre.”

“Simpatia: Ninguém que vence e é bem sucedido, é antipático. Não adianta, não combina. Pode até vitorioso ser por um período de tempo, mas o antipático traz todo mundo contra ele, para ser atacado ao mesmo tempo. Com um degrauzinho que subiu, ja quer pisar nos outros. Se Deus está te exaltando, use isso para fazer amigos e não o contrário. A bíblia diz que o carcereiro gostou de José. Há pessoas que são de um jeito e quando você dá um pouquinho de poder na mão, mudam completamente.”

“Fuja disso. A simpatia faz as pessoas torcerem por nós. Elas dizem: ‘Puxa, este aqui cresceu e continua o mesmo’. Na oração destas pessoas, você aparece assim: ‘Deus, abençoa mais o teu servo, ele alcançou as tuas promessas, e continua fiel e  humilde’. Aceite desafios: Quando faraó disse para José: ‘Ninguém pode ser melhor administrador que você’, José então diz: ‘Faz assim e assim’. Deus sabe que você não está completamente preparado. Enquanto há vida, há oportunidade de aprender. Ainda não sabe tudo? Siga em frente.”

“Perdão: Só os grandes tem essa capacidade. Uma ferida só deve deixar a lembrança da dor, de maneira que quando você passa a mão sobre o lugar que te feriram, só sobrou a cicatriz. Não machuca mais. Assim é o perdão. Você lembra, tem a cicatriz, mas aquilo não dói mais. Deus não dá grande posição para quem não perdoa. Aprenda a perdoar. Esperança: Não aceite o ódio como algo fatal, não caia em túneis de mágoa sem fim, não aceite problemas eternos.”

“Não desperdice as oportunidades. Nunca esqueça de onde você veio. Do caminho por onde você passou. Isto é o que chamamos de alicerce. Nisso você se estrutura pois você vai dizer: ‘Passei, cresci, fui em frente e Deus me fez permanecer’.”

Autor: Comunicação AD Brás

Administração do Portal e das Mídias Sociais da Assembleia de Deus no Brás

Compartilhe Este Artigo

Envie um Comentário