Um amor ágape

Mais uma noite da campanha “Chaves da Vitória”, aconteceu no endereço da sua bênção, a avenida Celso Garcia, no número 560. O Pastor Samuel Ferreira e a Pastora Keila Ferreira, dirigiram mais um culto cheio da graça de Deus.

Abrindo uma semana que tem como principal evento, na próxima sexta-feira, a grande Vigília AD Brás, o culto começou com a pontualidade de sempre, às 17:45, tendo na hora anterior, o período de oração, com uma grande presença de púbico que começou a chegar por volta das 15:30.

As oportunidades de louvar ao Senhor, foram uma a uma, sendo colocadas à disposição dos departamentos da igreja. Os jovens do Ello Eterno, as irmãs do Conjunto Aliança, Coral e Orquestra AD Brás e os adolescentes do Primeiro Amor, cantaram lindos hinos e estabeleceram o tom da adoração ao nosso Deus.

Também na sequência, o Brás Adoração, com seu louvor congregacional, levantou a igreja, sob a ministração do Pastor Samuel Ferreira. “Clame o Sangue”, “Te Amar é Bom Demais”, “Aconteceu”, foram alguns dos hinos cantados e que falaram muito com os presentes.

Em seguida nosso presidente, ministrou a palavra de Deus e falou do tremendo amor de Cristo, que nos escolheu e nos restituiu à intimidade com Deus. O texto escolhido foi o que está no evangelho de João, capítulo 3, versículos 14 a 19:

“E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

“Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.”

“Quando você é pequeno e começa a ter a mínima noção do que é bíblia, o primeiro verso que nos ensinam é esse: João 3:16. E fica tão corriqueiro que parece que a beleza do texto perde o seu valor. Essa não será uma mensagem para que nós, pentecostais, pulemos, não é uma mensagem para que você saia cheio do poder, não. Esta é uma mensagem reflexiva e para alguns esta é, acreditem, até uma mensagem cansativa.”

“O homem foi feito para andar com Deus, mas Satanás pelo pecado separou o homem da presença de Deus. E o pecado não avisa que vem, ele atrai. A bíblia diz que todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. E Deus viu que sacrifício atrás de sacrifício foi feito, e o homem continuava a pecar. Os rituais do Antigo Testamento não resolviam e Deus, amando o mundo, amando ao homem, mesmo sabendo que falta nenhuma para ele fazemos, no que tange a Ele ser quem é, soberano, mas Deus amou com paixão ao homem, resolve então um dia na eternidade, ele reúne a trindade, que são três e são um ao mesmo tempo, que age sem discordância. E é até difícil explicar, porque é mistério. Mas o fato é que a trindade ama o homem e portanto um precisava perdoar, outro precisava morrer e o outro interceder e converter os corações”.

“Jesus nasce, sem ainda saber nada, com os pais que Deus escolheu para que ele viesse ao mundo e fosse cuidado, ele foge. Encontrou-se no ventre ainda, de sua mãe, com João Batista, você conhece a história e 30 anos se passaram e nesse tempo todo, Jesus se preparou para tudo o que aconteceria. Posteriormente, ele reencontra João, a mesma alegria de novo, Jesus permite que João o batizasse nas águas e quando ele levanta, o céu não aguentou, há muito tempo o céu esperava por isso”.

“Então Deus o Pai se manifesta em sua voz e o Espírito Santo se manifesta na forma de uma pomba e desce sobre ele, tudo para mostrar que Ele ama a cada um de vocês. A cada novo raiar do dia, Deus está dizendo: ‘Eu te amo’ – mesmo na tempestade ele continua dizendo: ‘Eu ainda te amo’. Ele te ama!!!”

“Jesus está na flor da idade e há uma coisa que bate em seu peito: AMOR. A bíblia diz que ele foi conduzido ao deserto, e o amor no peito, foi tentado por Satanás, e o amor batendo no peito. Ele não veio para condenar, mas para perdoar aqueles que nele crêem.”

“Foi esse amor que permitiu a Jesus levar 39 chibatadas. A cada uma delas, iam se arrancando tudo do seu corpo. Nas primeiras, roupas, pele, sangue, carne. Nas últimas, carne, nervos, veias. Ele é forçado a carregar a cruz por toda a cidade, sofreu tanta humilhação, tantas palavras ruins, tantas agressões, tanta dor, que o próprio Deus negou-se a ver, o Espírito Santo está chateado: ‘Porque os homens não vêem quem ele é?’ – O próprio Jesus diz: ‘Senhor, porque me desamparaste?'”

“Ao final, Jesus disse que tudo estava consumado. Sabe o que ele quis dizer com essas palavras? – ‘Pai, sabe aquela reunião que tivemos na eternidade, o sacrificio definitivo, aqui está'”.

“Um escritor diz, traçando uma linha de pensamento, que no sábado Jesus desce às profundezas. Nunca houve luz no inferno, os demônios se escondem, ficam incomodados. Ele foi onde estava Satanás e disse: ‘Me dá a chave do inferno rapaz, me dá a chave da morte, eu vim dizer a você que você não manda mais. Eu venci”.

Venha nesta terça, Deus tem mais para a sua vida.

Autor: Comunicação AD Brás

Administração do Portal e das Mídias Sociais da Assembleia de Deus no Brás

Compartilhe Este Artigo

Envie um Comentário