Período da tarde no CORAFESP 2016

O período da tarde na AD Brás, do Congresso do CORAFESP 2016 começou no mesmo pique do primeiro. Mesmo que após o almoço pareça que o sono queira tomar conta, a verdade é que a Pastora Keila Ferreira iniciou o período com oração e pediu às irmãs que orassem não por si mesmas mas umas pelos projetos e as vidas das outras.

Em seguida ministrou junto ao Brás Adoração, o hino “Unção do meu Senhor”:

“Quem pode adentrar no santuário do Senhor? Aquele que tiver mãos limpas e for puro de coração. Que nos sejamos assim na presença de Deus, para recebermos a unção que vem só Dele.”

Após apresentar as regionais e congregações, a Pastora Keila orou pela Frente Jovem CORAFESP e profetizou:

“Já se levantou, mas ainda mais se levantará nesta igreja, um exército de meninas compromissadas com Deus, pregadores, cantoras, que serão líderes e pastoras e evangelização está nação, para a honra e a glória do nome do Senhor”.

Em seguida apresenta-se o coral da Frente Jovem, entoando louvores ao Senhor. Também após, a Pastora Keila apresentou a preletora da tarde, Miss. Venícia Porto, que ministrou no livro de I Samuel 1:8, que diz:

“Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?”

“Esta tarde o Senhor irá libertar, curar, muitas mulheres da depressão, da amargura. Deus falou muito comigo neste versículo e quando eu orava junto ao meu marido, Deus falou muito claramente para que eu ministrasse a vocês aqui, falando de Ana.”

“Hofni e Finéias estavam exercendo o sacerdócio mas não temiam a Deus em nada, recusavam o que o Senhor os havia orientado. Eles conheciam a lei, mas a desprezavam. E pior do que isso, pecavam e ainda influenciavam outros a pecar. Não eram referência de santidade nenhuma.”

“A bíblia diz que a madre de Ana estava fechada. No original a palavra fechada significa ‘amarrada’. Ora, Deus sabe como nos aproximar dele. Como nos puxar para ele. Entenda uma lição que o Espírito de Deus libera através de Ana para a nossa vida: Penina representa coisa ou pessoa que se opõe contra a nossa vida, para que nos aproximemos do Senhor e oremos pois a luta não é contra a carne ou sangue, mas contra os principados e potestades.”

“Escute, nenhuma ferramenta, nenhuma posição humana, prevalecerá contra a tua vida. Deus não quer você ansioso com o dia de amanhã. A bíblia diz que pode uma mãe, se esquecer do filho, é muito dificil quase impossível, mas ainda que aconteça, Deus jamais se esquecerá de ti. A vontade de Deus requer paciência, requer espera, mas não se desespera, pois o que você não viu, nem ouviu, é exatamente o que Deus tem preparado para você.”

“Não pare de sonhar. Teu sonho pode ser difícil, pequeno aos olhos dos outros, mas o Deus que pode tudo, que mata e faz viver, é o único que pode receber o seu choro e a sua lágrima, se você continuar alimentando seus sonhos nele, quando ele validar, Satanás nenhum vai conseguir tirar de você o que ele vai te entregar.”

“A bíblia diz que o Senhor não despreza os quebrantados, que habita com os contritos. Olha o que vemos em Ana: ela se levanta, vai ao templo e adora ao Senhor, se derrama a Ele. Estamos invertendo as coisas, queremos só resistir ao diabo, mas não lemos o versículo todo que mostra que primeiro, devemos nos sujeitar a Deus. Sermos submissos à sua vontade, à liderança que ele pos sobre nós, para crescermos a nossa autoridade espiritual e alcançar coisas maiores e melhores que ele tem pra nós.”

“Deixemos de ser amargurados, tendo espírito de vingança e querendo que quem nos faca mal, seja amaldiçoado. Não. Jesus já ensinou, não paguemos o mal com mal. Ana recebeu uma palavra dura de Eli, mas ela soube se resignar, foi branda e saiu de lá com uma palavra profética, da qual tendo tomado posse, gerou a bênção que ela tanto precisava e muitas outras. Deus é especialista em fazer impossíveis. O laço quebrou e você escapou.”

 

Autor: Comunicação AD Brás

Administração do Portal e das Mídias Sociais da Assembleia de Deus no Brás

Compartilhe Este Artigo

Envie um Comentário