Por que Deus permite naufragarmos?

Começou mais uma campanha na Assembleia de Deus no Brás. Como nosso Pastor Presidente diz, só acabaremos as campanhas, quando o Senhor Jesus vier nos buscar, até lá, precisamos continuar jejuando e orando e buscando viver o melhor que pudermos, nesta terra, com bom ânimo, para vencer as aflições que Jesus disse que teríamos.

As oportunidades dos departamentos musicais da igreja foram abrindo caminho para o ambiente espiritual estabelecer-se na igreja. Em seguida o Pr. Paulo Ricardo orou pelo início da campanha para os presentes que tomaram posse do que Deus vai fazer nela.

O Pr. Paulo também expôs á igreja, o trabalho realizado no dia de sábado em Governador Valadares-MG pelo IDEAS, liderado pela Pastora Keila Ferreira e apoiado pela AD Brás, com uma equipe sob a liderança do Pastor Samuel Ferreira, que levou 20 carretas cheias de galões de água potável à milhares de famílias atingidas pela tragédia da mineradora Samarco e explica que o nosso líder não pode estar presente conosco neste domingo pois recupera-se da gripe H1N1.

O preletor da noite, sob a direção de Deus e autoridade do nosso Pastor Samuel Ferreira, foi o Pr. Leandro Sosi, que trouxe uma palavra do céu, sobre a vida de todos os presentes na AD Brás.

Ele pregou o que está em Atos 27:1-6 que diz:

“E, como se determinou que havíamos de navegar para a Itália, entregaram Paulo, e alguns outros presos, a um centurião por nome Júlio, da coorte augusta. E, embarcando nós em um navio adramitino, partimos navegando pelos lugares da costa da Ásia, estando conosco Aristarco, macedônio, de Tessalônica. E chegamos no dia seguinte a Sidom, e Júlio, tratando Paulo humanamente, lhe permitiu ir ver os amigos, para que cuidassem dele.

E, partindo dali, fomos navegando abaixo de Chipre, porque os ventos eram contrários. E, tendo atravessado o mar, ao longo da Cilícia e Panfília, chegamos a Mirra, na Lícia. E, achando ali o centurião um navio de Alexandria, que navegava para a Itália, nos fez embarcar nele.”

“Quando falamos de vida Cristã, com experiências pessoais, a conta não fecha, porque Deus trabalha de forma diferente com cada um. Cada pessoa tem o seu relacionamento pessoal com o Senhor e por ele é trabalhada em uma área.”

“E por quê? Porque a vida é feita de processos, fases e tempos e a cada um deles com Deus, você está dendo moldado e trabalhado. Se você não entende isso, dependendo de como você está hoje em qualquer área da tua vida, as coisas não farão sentido para você. Essa mensagem não te fará sentido.”

“Há duas formas de Deus interagir com este mundo, Ele interage com quem Ele chamou e com quem Ele escolheu. Por isso você precisa entender quem é você esta noite, um chamado ou um escolhido? A forma de Deus trabalhar com um e outro é diferente. Se você não souber quem é, vai ficar perdido a respeito de onde Ele quer te colocar.”

“O que acabamos de ler mostra um homem chamado, escolhido, com promessas e Jesus disse que ele era um vaso escolhido, com honra, com propósito. Paulo estava em um barco e este barco naufragou. Agora é que eu te pergunto: Barco de escolhido, afunda? Se você acha que não, há um problema pra você considerar na sua afirmação: Paulo naufragou três vezes.”

“Se você acredita que barco de escolhido, de quem tem propósito, de quem foi chamado, não afunda, porque então há casamentos, profissões, empresas, etc., naufragando? Deus continua no controle e até em situações de naufrágios, Ele tem coisas para ensinar.”

“Agora ouça-me, há lições preciosas nisso e eu quero te mostrar algumas: Todas as vezes em que você tornar-se um prisioneiro em seu barco, nem que ele tenha que quebrar o barco. Ele vai fazer para te libertar. Você não foi chamado pra viver algemado. Ele te chamou para você decolar e voar. Se você acredita num Deus que faz o quer, como quer e do jeito que quer, essa mensagem é pra você. Você não pode ficar algemado a pessoas que dizem: ‘vive aqui, come ali, vai pra lá’. Deus quebra tudo para você ficar livre.”

“Se eu fosse você, começava a louvar a Deus por pessoas que saíram da sua vida, que te abandonaram, p0r esse emprego que você acha que perdeu, mas tirava a tua paz, teu sono e atrapalhava a tua espiritualidade.”

“Deus quebra barco para provar que o que é valioso não é o barco, mas a tua vida, a tua alma. Para de idolatrar o barco. Tem gente que acha que as coisas que vivem hoje é por causa do barco. Deus, Ele deixa o barco quebrar pra você parar de viver o barco pelo barco e viver por você.”

“O escolhido não tem escolha. Deus permite teu barco naufragar pra você aprender a nadar, botar o corpo em movimento. Deus está te olhando e vai botar a tua vida em movimento. A pior coisa, a que mais mata em alto mar são as ondas e as correntes marítimas. Colocando isso na perspectiva espiritual, pondo a nossa vida, chamada, família, ministério, pare para pensar, vem Deus e permite o barco quebrar. As tribulações, as adversidades, que são as ondas, chegam e Deus te deixa sem o barco e você inseguro cai em alto mar, sujeito às fortes correntes. Te matar Ele não quer, então o que ele quer te ensinar?”

“Deus permite você ir ao mar para te ensinar um segredo: no mar, por mais altas que as ondas sejam, elas só podem fazer uma coisa. Te jogar para frente. ‘Ah, tem gente falando mal de mim, me difamando, me perseguindo, puxando o meu tapete’ – Ei, foi isso que te jogou pra frente e te trouxe para mais perto de Deus, mais perto da cruz. Um dia alguém vai passar por isso e você vai dizer: ‘Eu conheço essa história, fica calmo, ta com ondas altas, mas isso vai te trazer pra mais perto de Deus, eu sei porque eu sobrevivi.”

Autor: Comunicação AD Brás

Administração do Portal e das Mídias Sociais da Assembleia de Deus no Brás

Compartilhe Este Artigo

Envie um Comentário