Quem Somos

O templo da AD Brás foi inaugurado no dia 15 de novembro de 2006. Mas tudo começou bem antes…

Em 13 de julho de 1938, teve início na Capital paulista o Ministério do Brás. A primeira congregação de Madureira no estado de São Paulo foi inaugurada na Rua da Glória na Liberdade. A congregação ficou na Rua da Glória por mais ou menos dois anos. Em seguida na Rua da Mooca, nº 403. Dali seguiu para a Rua Rangel Pestana, 995.
O primeiro terreno da Igreja sede do Ministério do Brás, na Rua Major Marcelino, foi comprado pelo Pastor Antônio Alves.

E em 2006 o templo da Assembleia de Deus do Brás ganha novo endereço: Avenida Celso Garcia 560 no Brás.

A AD Brás presidida hoje pelo pastor Samuel Cassio Ferreira tem como missão obedecer ao “ide” de Jesus, levando a Palavra de Deus a todos os povos, e abençoando as famílias, por meio da ministração da palavra do Senhor.

Os cultos são transmitidos ao vivo pela Internet, contamos com amplo estacionamento, acesso para portadores de necessidades especiais, poltronas confortáveis com capacidade para, aproximadamente, 5.000 pessoas, enfermaria completa e quatro elevadores para total conforto dos usuários.

Além disso, estamos numa região de fácil acesso, próximo ao Metrô Bresser-Mooca e corredores de ônibus na Avenida Celso Garcia. Pode-se chegar à sede ainda por importantes vias, como Radial Leste e Marginal Tietê.

Sobre as Assembleias de Deus no Brasil

A Assembleia de Deus chegou ao Brasil por intermédio dos missionários suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg, que aportaram em Belém, capital do Estado do Pará, em 19 de novembro de 1910, vindos dos Estados Unidos.

Encontros eram realizados na casa de Celina de Albuquerque. Mais tarde, em 18 de janeiro de 1918 a nova igreja, por sugestão de Gunnar Vingren, passou a chamar-se Assembleia de Deus. A Assembleia de Deus no Brasil expandiu-se pelo estado do Pará, alcançou o Amazonas, propagou-se para o Nordeste, principalmente entre as camadas mais pobres da população.

Chegaram ao Sudeste pelos idos de 1922, através de famílias de retirantes do Pará, que se portavam como instrumentos voluntários para estabelecer a nova denominação aonde quer que chegassem. Nesse ano, a igreja teve início no Rio de Janeiro, no bairro de São Cristóvão, e ganhou impulso com a transferência de Gunnar Vingren, de Belém, em 1924, para a então capital da República.

Um fato que marcou a igreja naquele período foi a conversão de Paulo Leivas Macalão, filho de um general, através de um folheto evangelístico. Foi ele o precursor do assim conhecido Ministério de Madureira. Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil – Ministério de Madureira.

Com o passar dos anos, os pastores do Ministério de Madureira, sob a presidência vitalícia do pastor (hoje bispo) Manuel Ferreira, tornou-se independente da CGADB fundando a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil — Ministério de Madureira (CONAMAD). Que possui hoje membros no Brasil e exterior, com convenções afiliadas na Argentina, Bolívia, Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Itália e Japão.